McDonnell Douglas F-4F Phantom II Revell 1/72

R$173,56
3x de R$57,85 sem juros
Ver detalhes das parcelas
Digite aqui o seu CEP para calcular o frete:

Sobre o McDonnell F-4F Phantom II

Criado como um avião multifuncional para a US Navy, a McDonnell Douglas apresentou o conceito modular de um avião a jato para operação dentro dos porta-aviões. Aceito para a produção na década de '60, o avião logo se tornaria muito requisitado com o conflito no Vietnã, onde não só a US Navy, mas a US Air Force e o US Marine Corps também se valeram dessas aeronaves para diferentes missões, com variados graus de sucesso contra os inimigos. Não precisou de muito tempo para que países aliados com os EUA se interessassem pelo avião. Dentre os operadores estrangeiros, destaca-se a a Alemanha.

Em 1971, os alemães encomendaram 273 células divididas entre os F-4E(para treino/conversão), RF-4E(reconhecimento) e F-4F(para unidades de combate). Em relação aos F-4E da USAF, os aviões da Luftwaffe tinham um tanque de combustível a menos(apenas 6) e a capacidade de lançar mísseis AIM-7 Sparrow foi deletada. Os caças foram distribuídos para 4 esquadrões(2 de caça e 2 de ataque): JG71 "Richtofen", JG 74 "Mölders", JaBoG35 e JaBoG36. Mais para frente, na década de '80, devido a atrasos nos programas do Tornado e do Eurofighter, os F-4 passaram por extensas modernizações, incluindo o programa ICE. Ao final de tais programas, os caças já tinham recebido sistema de reabastecimento em vôo, aviônicos modernizados, adaptação de armas inteligentes como o míssil AGM-65 e AIM-120. Esses aviões tiveram uma extensão de vida útil e foram disseminados para outros esquadrões, como os JG72 "Westfalen" e JG73 "Steinhof". Durante a vida dos F-4 na Alemanha, houve momentos inusitados como quando os F-4 e MiG-29 dividiram a mesma base em Preschen(JG73).

Sobre o item RG4685

  • Pintura comemorativa do 50º Aniversário do JG51 Richtofen
  • Canopies posicionáveis;
  • vem com casulo ECM, mísseis AIM-9L, AIM-7, tanques de combustível alijáveis; e
  • nível 3.